sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Lugar para as crianças

Sentado no ônibus, presenciei a seguinte cena:

Entra a mãe com seu filho, de aproximadamente 3 ou 4 anos, e senta numa poltrona com ele no colo. Em seguida, ele revindica:

- Mas tá faltando o meu banco!
- Você não pagou passagem meu filho, por isso vai no meu colo.
- Mas tá errado. Aonde tá meu banco? Tá faltando um banco.
Uma passageira do lado responde a criança:
- Querido, tu pode sentar aqui (num degrau do ônibus no chão).
O menino, pacientemente, olha pro local sugerido, retoma o olhar para a passageira ao lado e diz:
- Mas isso não é um banco. Eu sou uma criança, e eu quero um banco pra poder sentar!


Um comentário:

  1. Queila Vasconcelos8 de julho de 2012 20:32

    É hora de substituir os poemas nos vidros dos ônibus por tirinhas do Tonucci!

    ResponderExcluir